Inbound Marketing é uma revolução na maneira de fazer negócios com marketing digital e ampliar o máximo possível o potencial de vendas. É o tipo de marketing que as pessoas amam, com conteúdo voltado para engajar. Com essa técnica as empresas deixam de apostar apenas em vender o produto, mas dedicam-se a falar sobre a sua utilidade, aplicações e atualizações do mercado. 

O motivo por que Inbound Marketing é tão efetivo é que, de longe, engaja muito mais os consumidores do que propagandas pipocando nas redes sociais – e faz tudo isso vendendo o produto sem realmente vender o produto. A intenção é promover conteúdo valioso ao cliente para sanar suas dúvidas, resolver seus problemas e acabar com qualquer questionamento que ele possa ter antes de adquirir o produto ou serviço. Ou seja, é um marketing que se faz sozinho, pois o cliente vai atrás do conteúdo e busca saber mais sobre a empresa. Dessa maneira, a empresa aproxima-se muito mais do usuário, além de compreender como ele interage com o seu produto e com as estratégias de marketing. 

A maior vantagem dessa técnica com certeza é o custo. Dados da Hubspot sobre Inbound Marketing no Brasil em 2015 mostram que o custo por lead com marketing ditial é de R$ 10, enquanto que no marketing tradicional sobe para R$ 19.

Em épocas de crise, como a que o Brasil passa atualmente, mensurar exatamente como e onde o dinheiro com marketing está sendo investido é imprescindível. Com Inbound Marketing é possível saber quantos visitantes são atraídos para o site e para as redes sociais, quantos são convertidos em leads, quantos finalizam o processo de compra e qual o retorno sobre o investimento (ROI). Sem falar que não há custo nenhum para criar perfis nas redes sociais ou para começar a postar conteúdo em blogs. 

Dados provam que Inboud Marketing é investimento

  • Equipes de marketing que consideram conteúdo em blog uma prioridade têm 13 vezes mais chance de conseguir um ROI positivo, segundo a AkkenCloud. Porém, escrever uma vez que outra não é realmente fazer Inbound Marketing. A empresa precisa estabelecer os questionamentos e desafios que o cliente está enfrentando e escrever sobre isso. É recomendável escrever no mínimo duas vezes por semana em blogs para conseguir um resultado significativo. 
  • 3,8% das decisões de compra são baseadas em informações via artigos, em oposição aos anúncios, segundo a Content Marketing Institute. Isso acontece porque as pessoas gostam quando seus problemas são abordados e sentem que podem criar uma relação com o que a empresa está dizendo, ao invés de precisarem engolir propagandas. Se um consumidor sente que está sendo valorizado, é muito mais provável que ele se decida por comprar o produto.
  • Segundo o Hubspot, 4,93% das companhias que usam Inbound Marketing aumentam a sua geração de lead 
  • Segundo a eConsultancy, 94,6% dos usuários clicam nas área orgânicas e não nas pagas, logo, PPC (pay per click) já não gera mais tanto retorno quanto alguns tempo atrás. Ao invés de links patrocinados, é mais aconselhável criar conteúdo de qualidade que inclua o tipo e questões e palavras-chave que os consumidores possam vir a digitar nos campos de busca quando forem procurar pela solução para os seus problemas. 

 

Você já conhecia todas as vantagens do Inbound Marketing? Conte aqui a sua experiência com essa estratégia. 

[epico_capture_sc id=”1982″]