É incrível que a “era da informação” tenha nos proporcionado a chance de utilizar a tecnologia para agilizar processos e, consequentemente, melhorar a qualidade dos serviços oferecidos. Dentro do nicho de vendas, ainda discutimos muito sobre a influência do mercado e o comportamento dos prospects ao compararem marcas e produtos, e principalmente: qual direção seguir agora que as distancias foram encurtadas com um click?  Como o nosso negócio sobreviverá aos novos hábitos de consumo? A notícia é boa: métodos são desenvolvidos e aperfeiçoados todos os dias a fim de responder essas e outras perguntas, entre eles estão o Inbound Marketing e o Inside Sales.

Inbound Marketing: ser específico para ser melhor

Inbound marketing é o novo jeito de se fazer marketing, dessa vez focado nas necessidades do público-alvo. Se o processo de vendas da sua empresa é focado em atrair o máximo de pessoas possíveis, está na hora de repensar sobre as estratégias adotadas. O outbound marketing, a velha forma de se fazer marketing, está em declínio pelo desperdício de recursos e a falta de foco, ou seja, não é eficaz!

Algumas perguntas podem ser utilizadas para questionar se a sua estratégia comercial está alcançando todo o seu potencial:

1-     Os clientes que já compraram ou utilizaram o meu serviço voltam a utilizá-lo?

2-     Eu tenho o controle sobre os resultados de ações virtuais ou físicas que são desenvolvidas com o objetivo de atrair ou converter prospects?

3-     Eu consigo números significativos de vendas com a minha atual estratégia?

4-     Eu desenvolvo conteúdo específico e focado em meu público-alvo?

5-     Os recursos gastos com marketing digital e venda são compatíveis com o resultado esperado?

Ao analisarmos esses pontos podemos montar planos de ação específicos para que o produto esteja sincronizado com o público-alvo.

Inside Sales: Colocando as vendas no século XXI

Você já reparou que algumas empresas consideradas como referência em suas áreas de atuação não relutam em utilizar tecnologias e mídias disponíveis em sua comunicação interna e externa? Não é à toa. O princípio adotado por elas é básico: se algo pode ser melhorado com o auxilio de algum sistema/tecnologia, então vamos fazê-lo!

Inside sales é um método utilizado para otimizar as vendas em que se utiliza instrumentos disponíveis na web (ou outros que possuam a mesma função, como aplicativos) que funcionam como facilitadores da comunicação entre a empresa e os clientes. Exemplificando: se você tem uma agência de webdesign, poderia realizar reuniões por hangout, oferecer suporte com material gráfico e profissionais para esclarecer as dúvidas antes do contrato ser assinado. Esses métodos já são o bastante para evitar alguns erros, economizar recursos e fazer com que não haja tanto desgaste entre as partes envolvidas.

Como Inbound Marketing e o Inside sales podem inovar as vendas?

De acordo com a pesquisa realizada pela Ebit/buscapê, o comércio eletrônico no Brasil movimentou 18 bilhões no primeiro semestre de 2015, um crescimento de 16% em relação a 2014. Em termos práticos, isso mostra que os hábitos das pessoas estão cada vez mais ligados a web, sendo a conexão o princípio que norteia cada vez mais a relação entre empresas e pessoas.

O Inbound Marketing cria uma base sólida para que o Inside Sales possa ser utilizado de forma coerente. É lógico que os dois métodos podem ser utilizados de maneira separada, entretanto os benefícios são tão favoráveis se unidos que não há motivos para fazê-lo. Então, como começar?

Mude aos poucos: entenda quais estratégias não funcionam mais, tenha em mente o seu público-alvo, ofereça suporte a sua equipe de vendas para que eles estejam em sintonia com os valores da empresa e com a tecnologia utilizada, ofereça infraestrutura adequada para que o trabalho possa ocorrer, e divirta-se enquanto transforma a sua empresa.

 

Que tal elevar as suas vendas a um novo patamar com a ajuda do Inbound Marketing e Inside Sales? Compartilhe esse conteúdo para espalhar conhecimento e entre em contato com a Marketeria para esclarecer qualquer dúvida.