Neste post vamos explicar o que é inbound marketing e qual a sua importância.Você já ouviu falar em Inbound Marketing?

Pois bem, saiba que muitas pessoas nunca ouviram falar nessa inovadora forma de pensar em marketing, cuja ideia envolve o compartilhamento e criação de um conteúdo de qualidade direcionado para um público determinado que será alcançado com técnicas de marketing online.

Criando conteúdo de qualidade para atrair o cliente

O Inbound Marketing, ou Marketing de Atração, dá ênfase quase total à parte que engloba a criação de “conteúdo de qualidade”. Isso porque o Inbound visa criar o melhor ambiente possível em relação ao seu produto, com a intenção de atrair novos clientes para si ao invés de ir atrás deles.

Segundo as palavras da empresa HubSpot, criadora do conceito de “Inbound”, a descrição perfeita da ideia seria: “Inbound Marketing pode ser considerado qualquer tática de marketing que se baseia em ganhar o interesse das pessoas ao invés de comprá-lo”.

Por meio dessa definição, podemos perceber que Inbound Marketing é baseado no conceito de interação de vários tipos com seu público alvo, tendo a intenção de atraí-lo ao seu produto principal e, assim, criar sua base de clientela fixa.

Formas de atração do Inbound Marketing

O Inbound Marketing promove uma empresa e seu produto utilizando várias ferramentas online. Algumas delas são os blogs, vídeos, e-Books, newsletters, podcasts, whitepapers, SEO e muitas outras maneiras provindas do marketing de conteúdo.

Todas essas ferramentas têm como propósito executar as cinco seguintes fases: atrair clientes; converter visitantes em leads; converter leads em vendas; transformar clientes em fidelizados e aumentar suas margens e analisar para melhoria contínua.

Números e comparativos do Inbound Marketing

Já foi dito que o Inboud Marketing é uma série de táticas publicitárias com o intuito de ganhar o interesse das pessoas e transformá-las em clientes. Este é considerado o “novo” marketing, mas o “velho” marketing ainda existe e consiste na tática de “empurrar” produtos e serviços às pessoas, mesmo para quem não tem o menor interesse em suas ofertas.

Este conceito é conhecido como Outbound Marketing e pode custar quase 60% mais caro do que o Inbound. Se ainda não ficou claro o que o velho marketing é, lembre-se da propaganda ostensiva na televisão, que entra em sua casa sem pedir licença para anunciar e interagir, ou do anúncio porta em porta feito antigamente com muita força, mas ainda presente em alguns lugares. Esses são exemplos do Outbound Marketing.

E, claro, todas essas fortes ações custam muito mais caro do que criar e manter um blog, por exemplo.

Empresas que investem em blogs conseguem quase 100% mais links apontando para seus sites oficiais. A venda de e-Books aumenta exponencialmente no mercado. Técnicas de SEO, páginas em redes sociais e marketing de conteúdo potencializam o alcance entre o público e as empresas, sendo este o primeiro passo para a fidelização do cliente.

Evidentemente, o público só fica mesmo nos sites que oferecem conteúdo interessante e envolvente. Por isso, cuide bem de sua página, blogs e outros. Invista em profissionais do ramo para desenvolver artigos, imagens e vídeos para conquistar seu público e faturar muito com o Inbound Marketing.

E você, gostou do nosso artigo? Caso tenha ficado alguma dúvida ou queira compartilhar sua opinião com a gente, é só utilizar os comentários!