A publicidade e o marketing sempre foram fundamentais para a manutenção e o crescimento de qualquer marca. Com o advento da internet, essa realidade se transformou de modo incrível e, hoje, permite estratégias até então inimagináveis.

Embora haja alguns detalhes conceituais que afirmem que o inbound marketing já era possível antes da internet (por meio do marketing de conteúdo), a verdade é que ele se disseminou e se tornou indispensável graças a ela.

Além disso, também foi o surgimento da esfera digital que mudou de uma vez para sempre os hábitos dos consumidores, tornando-os muitos mais exigentes e engajados do que antes.

De fato, duas décadas atrás ninguém imaginava que ao precisar de serviços básicos como o de um pintor ou de um eletricista comercial as pessoas pudessem antes pesquisar opiniões em fóruns, redes sociais, sites de qualificação de profissionais e daí por diante.

Então, se diante desse desafio você quer entender melhor qual a diferença entre marketing inbound e outbound, bem como algumas técnicas que o permitirão saber quando se deve utilizar um ou outro, siga conosco até o final da leitura.

Por dentro dos conceitos fundamentais

A diferença essencial entre inbound e outbound marketing se dá na própria definição dos termos: o primeiro deles significa “de entrada”, o segundo, “de saída”.

O marketing de entrada (inbound) também é conhecido como marketing de atração. Nele a prospecção de clientes é passiva e visa a atrair o público por meio de conteúdos de qualidade, em vez de “interrompê-lo” nos seus afazeres.

A interrupção é, precisamente, a metodologia do marketing de saída (outbound), também conhecido como marketing de propagação. 

Sua prospecção é ativa e visa a atrair os clientes com base na disseminação de promoções e propagandas com apelo comercial.

O interessante aqui é, tal como dito acima, compreendermos que ambos os métodos podem ser utilizados pela mesma empresa.

O que de fato ocorre com grandes marcas. Afinal, elas podem, por exemplo, trazer conteúdos de conscientização ambiental/social nos meios digitais.

Já na televisão, elas podem optar por lançar propagandas no formato mais antigo, explorando vantagens comerciais.

Assim, uma empresa de reforma comercial pode fazer anúncios locais de rádio, anunciando seus “preços e prazos incríveis”.

Ao mesmo tempo, no blog do site gerar conteúdos de qualidade sobre seus serviços de arquitetura, design e comunicação visual, aprofundando-se nessas pautas.

Vejamos adiante quais são as modalidades específicas de cada método.

Sobre a evolução do outbound marketing

Após compreender os conceitos fundamentais sobre a diferença essencial que separa o marketing de tipo inbound do marketing de tipo outbound, vamos à prática.

As modalidades mais conhecidas de outbound são:

  • Conteúdos;
  • E-mails;
  • Script de ligações;
  • Mídias gerais;
  • Entre outros.

O outbound se trata de uma estratégia simples, porém dividida em alguns pontos: é necessário definir o segmento de atuação e as pessoas que serão alvos da sua campanha. Feito isso, é importante preparar as técnicas que serão utilizadas e realizar o processo.

Para esclarecer melhor, uma empresa de aluguel de espaço comercial que queira alavancar seus negócios, pode utilizar tal estratégia. 

É importante que a equipe responsável defina o público interessado no conteúdo e utilize alguma das modalidades citadas anteriormente, sempre visando aquela que melhor se encaixe no seu planejamento. 

Como dominar de vez o inbound marketing?

Se o próprio outbound também evoluiu por meio da esfera digital, não é preciso muito para perceber como o inbound marketing encontra nela possibilidades incríveis.

Hoje, as modalidades mais conhecidas de inbound são:

  • Blogs;
  • Newsletters;
  • Mídias sociais;
  • Podcasts;
  • Webinários;
  • Otimização de páginas.

O essencial de tudo isso é a geração de conteúdo gratuito e de qualidade. Neste formato de trabalho e prospecção, o importante é dominar o segmento de atuação em termos técnicos e compreender a linguagem do seu público alvo.

É o que hoje se chama persona. Por meio de estudos de mercado você entende exatamente onde seu público está, como ele age, o que ele busca, do que mais gosta, do que menos gosta e daí por diante.

Um exemplo incrível do poder do inbound se dá no caso de escritórios de consultoria jurídica online. Como é sabido, o Código de Ética da OAB proíbe aos advogados a publicidade comercial.

Contudo, eles podem fazer marketing de conteúdo livremente e praticar o inbound como um modo de fazer prospecção de clientes e fortalecimento da marca ou escritório.

Aqui na Marketeria somos especialistas criar campanhas de prospecção e aquisição de novos clientes com inbound e outtbound marketing em empresas B2B de vendas complexas que desejam aumentar sua receita de forma previsível e escalável.

Quer utilizar o Inbound e Outbound para gerar ?

inbound e outbound prospeccao

Já pensou em ter uma máquina de prospecção e aquisição de novos clientes? Com o nosso inbound e outbound da você consegue!

Vamos realizar um diagnóstico dos seus objetivos de negócio e te apresentar um plano de personalizado.

Solicite aqui!

Leia também: